Workshop: usinas fotovoltaicas na matriz elétrica brasileira

A Associação Brasileira de Energia Solar (Abens) promoverá no dia 13 de novembro um workshop para socializar experiências aos interessados em informações sobre a inserção da energia solar fotovoltaica.

O workshop apresentará questões associadas com a base de dados do recurso solar existente no país e com a experiência europeia desenvolvida no projeto “Photovoltaic cost reduction, reliability, operational performance, prediction and simulation”, que é realizado sob a coordenação do Instituto de Energia Solar da Universidade Politécnica de Madrid (IES-UPM). Durante o workshop também serão apresentados detalhes da implantação das usinas fotovoltaicas de 3 MW da Tractbel e de 540 kWp do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo e a oferta de equipamentos nacionais de condicionamento de potencia, inversores.

O evento ganha relevância à medida que o leilão de energia de reserva, realizado em 31 de outubro, inaugurou a inserção da energia solar na matriz brasileira, com a contratação de 31 usinas solares, que somam 889,6MW de potencia injetada.

A participação da energia solar fotovoltaica na matriz elétrica está se intensificando em diversos países, por exemplo, na Alemanha a participação da energia fotovoltaica no ano de 2013 foi de 5,3% e na Espanha de 3,1%, em termos de energia anual.

O Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE), com horizonte de 2023, produzido pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), prevê que a energia solar alcance 3.500 MW ao fim do horizonte decenal, quando deverá atingir participação de cerca de 2% na capacidade instalada total. Soma-se a isso a aplicação da Resolução Normativa Aneel 482/2012.

O evento será realizado no Golden Tower São Paulo Hotel, em São Paulo.

Fonte: http://www.jornaldaenergia.com.br/ler_noticia.php?id_noticia=18289&id_secao=17.